Latest News

Alyssa é contra a greve dos atores de Hollywood

Enquanto aumenta em Hollywood a pressão do Sindicato dos Atores de Cinema para que se faça uma greve da categoria, vários artistas estão assinando uma petição contra o movimento. Alyssa Milano foi uma das primeiras a manifestar sua posição contrária uma possível paralisação, junto a nomes como George Clooney, Russell Crowe e Hilary Duff. "Sentimos muito fortemente que os membros do Sindicato não devem autorizar uma greve nesse momento. Acreditamos que uma autorização dessas não deva ser usada como um instrumento para negociações" diz o documento, redigido por Danny deVito.

O Sindicato alega que é hora de negociar pagamentos residuais pelas chamadas "novas midias" - incluindo as vendas de vídeos pela internet e de DVDs/Blu Ray. "Greves só são adotadas quando as posições de negociação das diretorias são intoleráveis" assegura o presidente do Sindicato, Doug Allen, numa mensagem envida aos atores na última sexta-feira, "Mas é necessário estar unificado para resistir aos esforços dos estúdios e redes de TV para obliterar avanços nos contratos em nossos futuros trabalhos".

Em 2007 greve dos roteiristas de Hollywood causou à indústria do entretenimento prejuízo de cerca de 2.5 bilhões de dólares, prejudicando o andamento de muitas séries como, por exemplo, "My name is Earl", da qual Alyssa participava.

Longe das telas, Alyssa se prepara para atacar em mais uma frente: a literária. A atriz está escrevendo Safe at Home: Confessions of a Baseball Fanatic (Segura em casa: Confissões de uma fanática por baseball), livro anunciado desde o ano passado como tendo lançamento para Março de 2009. A novidade é que, antes mesmo de sair do forno, a obra já está em promoção no site da Amazon, dos iniciais 23 dólares por US$15, 63. Será reflexo da crise financeira americana?
Postar um comentário

Charmed Séries News Designed by Templateism.com Copyright © 2014

Imagens de tema por Jason Morrow. Tecnologia do Blogger.