Latest News

Melhores episódios: House of Cards S01E02


Frank Underwood (Kevin Spacey) é como uma aranha que tece meticulosamente sua teia, e é no segundo episódio de House of Cards que temos a exata dimensão da inteligência com que ele faz isso.

No piloto da série, o congressista começa com sucesso seu plano de vingança. Frank foi traído pelo presidente eleito Garrett Walker (Michael Gill), que prometeu lhe dar o cargo de Secretário de Estado e não cumpriu - que raro para um político, não é mesmo? Agora, ele vai usar a principal plataforma do novo governo, a reforma da educação, para atingir seus objetivos de poder e desforra.

Quando uma série tem um piloto memorável, a seqüência no mesmo nível ajuda a manter a boa impressão por muito tempo. Dificilmente a gente deixa de assistir um show que emplaca de cara uma dupla de episódios geniais. Assim, agora que estamos todos prestando atenção, o que House of Cards vai fazer para mostrar que merece nossa fidelidade eterna?

É hora de Frank mostrar suas armas. Seu primeiro diálogo memorável vem logo no começo do episódio. Depois de abordado por Remy Danton (Mahershala Ali), um lobista profissional cujo cliente é uma exploradora de gás que ofereceu doações (e agora ameaça retirá-las) em troca da aprovação de leis, ele olha para o espectador e diz:
- "Ele escolheu dinheiro ao invés de poder – um erro que quase todos cometem de onde ele vem. Dinheiro é como uma MacMansão em Sarasota que começa a cair aos pedaços depois de 10 anos. Poder é o edifício de pedras antigas que dura por séculos. Eu não posso respeitar alguém que não vê a diferença."

Em seguida, Frank tem um embate com Linda Vasquez (Sakina Jaffrey), em que com todo cinismo do mundo usa a ira da Chefe de Gabinete para "ser punido" com a missão de redigir a reforma educacional. Era só o que ele queria!

Acontece que Frank vazou para a imprensa o polêmico projeto do indicado para a pasta da educação, o deputado Donald Blythe, descrito como "à esquerda de Karl Marx". Ingênuo, Blythe sequer suspeita quando Frank blefa que "vai assumir a culpa". Ele chama a responsabilidade para si, caindo como um patinho na armadilha! De novo, Frank confidencia para a câmera:
-"O que um mártir mais deseja é uma espada para cair em cima, então você afia a lâmina, coloca no ângulo certo, e aí…"

Blythe abre mão do trabalho, sugere que Frank assuma a reforma e ainda se compromete em apoiá-lo. Que jogada de mestre, ein? Ele nem imagina que já há uma turma de funcionários trabalhando no novo projeto.

Quando a gente já está achando que o congressista é uma das piores pessoas do mundo, somos brindados com um pouco do caráter da esposa dele. Claire (Robin Wright) pretende demitir a metade dos funcionários da sua organização de caridade e contratar gente nova assumir um projeto diferente, contrariando sua gerente Evelyn. Num clássico do capitalismo sem-vergonha, ela faz a gerente demitir todo mundo e depois… Demite a gerente. Chocada, Evelyn desabafa "Eu já tenho 59 anos, ninguém contrata alguém da minha idade!" Mas Claire, aparentemente, tem um coração de gelo. Minutos mais tarde, para um escritório quase vazio, mais um discurso padrão do corporativismo hipócrita: "Já é hora da gente evoluir. Para conseguir isso temos que tomar decisões difíceis e trazer pessoas novas". Alguém aí já ouviu esse papinho antes?

Para terminar minha relação do que mais gosto nesse episódio, o encontro de Frank com sua jornalista amestrada, Zoe Barnes. Ele planta a notícia com o nome de quem ele quer que seja a nova secretária de estado. Zoe pergunta se isso é verdade e ele diz que será, quando ela publicar.
-"Diga esse nome, Catherine Durant, diversas vezes. Depois veja esse nome sair da boca do presidente dos Estados Unidos. É assim que criamos a história."
Para terminar com chave de ouro, Frank sai do Congresso e vê um mendigo que protestava contra algo sendo contido pela polícia. O homem berra e se contorce, algemado a um poste. É ele quem vai ouvir as palavras de sabedoria no nobre deputado:
- "Ninguém está te ouvindo. Ninguém se importa com você. Por que não deixa esses senhores te levarem pra casa?"
Tapa na cara do pobrerio.



Postar um comentário

Charmed Séries News Designed by Templateism.com Copyright © 2014

Imagens de tema por Jason Morrow. Tecnologia do Blogger.